I Entre Povos: socialização de saberes indígenas

I Entre Povos: socialização de saberes indígenas

Banner Entre Povos

 

O “Entre Povos: partilhando saberes sobre educação para a gestão ambiental e territorial indígena” surge a partir de uma discussão estratégica para o presente e o futuro dos povos e terras indígenas do Ceará e do Nordeste, qual seja, o modelo de gestão dos territórios, dos recursos naturais e de como assegurar a soberania alimentar das comunidades, sobretudo, a partir do controle das sementes nativas.

Como se dará isso? Acreditamos que um dos caminhos seja a implementação da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial das Terras Indígenas – PNGATI, cujo principal instrumento são os Planos de Gestão Ambiental e Territoriais – PGTA’s. Não obstante, esse caminho, como qualquer outro, não pode ser pensado de forma autônoma, desconectada de outros saberes e de outras áreas.

Dada a sua dimensão central,  a educação indígena (escolas, professores, diretores etc.) pode assumir o protagonismo na construção e difusão de práticas socioambientais sustentáveis, levando em consideração que ela se relaciona com todas as outras dimensões da realidade desses povos. Nesse sentido, o “Entre Povos” visa fomentar discussões, socializar experiências e difundir conhecimentos entre os povos indígenas sobre educação e gestão ambiental em terras indígenas.

Um dos destaques do evento será a discussão sobre as sementes nativas e a importância delas para a soberania alimentar, a segurança nutricional e a relação das sementes nativas com a terra, a memória e as tradições socioculturais dos povos indígenas.

O I Entre Povos contará com a participação de lideranças e representações dos povos indígenas do Ceará (Tremembé, Tapeba, Pitaguari, Anacé, Tapuya-Kariri, Potiguara entre outras) e uma delegação do povo Guajajara do Maranhão.

Confira a programação:

Programação

 

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

IMG-20160622-WA0034logo-vereda